Descartar estiletes de forma segura e ecologicamente correta

6

Descartar estiletes: Você já pensou sobre como descartar estiletes de forma segura?

O estilete é uma ferramenta muito útil para o marceneiro, hobbista ou artesão. Já vimos pessoas tão habilidosas com essa ferramenta que são capazes até de esculpir com ela. E o MacGyver então? Com um estilete e um chiclete mastigado ele criava uma bomba atômica!

Mas na hora descartar estiletes, todos nós, um dia, já pensamos “esse treco é perigoso… e se alguém pisar… e se alguém se cortar…”. Nós também já usamos a famosa técnica de colar em uma fita adesiva bastante enrolada para descartar estiletes usados. Já até vimos gente que usa uma folha de jornal inteira para embrulhar um pedacinho da lâmina descartada!

Se você gosta de marcenaria, com certeza é também apaixonado por madeiras. E se você ama madeiras, também deve ser um apaixonado pela natureza e métodos sustentáveis de se relacionar com o planeta Terra. Pois é, então, anote mais essa dica para descartar estiletes de forma segura!

Descartar estiletes ou desperdiçar estiletes?

O uso consciente dessa preciosa ferramenta começa na economia. Sim, não é porque basta quebrar um pedaço da lâmina para se ter uma outra afiadíssima em segundos, que iremos sair gastando desesperadamente ou mesmo descartar estiletes ainda bons.

O primeiro passo é usar o estilete com uma pressão média no corte, sem apertar a lâmina como quem está estrangulando aquele zagueiro que perdeu o gol! Não mesmo! Para um corte apropriado, basta apertar a ferramenta com uma pressão firme e constante, mas sem querer cortar a base de apoio. Por exemplo: para cortar um pedaço de cartolina, utilizamos um vidro de fundo e, aos poucos, desliza-se o estilete no papel até sentir que está chegando na base dura. Mas o vidro colabora para que a lâmina gaste mais rápido, por isso a pressão deve ser bem leve.

descartar estiletes

Para cortar um laminado de madeira, geralmente apoiamos em um pedaço de compensado para que o material não escorregue e, com várias passadas, cortamos aos poucos. IMPORTANTE: o som do estilete ao passar no laminado de madeira é diferente do som quando se chega no compensado que se utiliza como base. Além disso, a textura também ajuda a perceber quando o material já está quase cortado. Treine essa sensibilidade e você verá como a qualidade do seu corte aumentará consideravelmente. E suas lâminas vão ter o dobro de vida útil!

Qualidade da lâmina

Tem uma variedade de lâminas de estilete que é impossível de se quebrar na linha demarcada. Por mais que você tente, não dá certo! Infelizmente ainda não descobrimos uma forma de identificar as boas lâminas das de baixa qualidade. Aqui na oficina do Empoeirados procuramos comprar lâminas em lojas de ferramentas mesmo, e não em lojas de R$ 1,99. Essa é uma forma de aumentar suas chances de adquirir um bom material. Porém, se quiser quebrar lâminas ruins, use um alicate pequeno.

Agora, quando a lâmina é boa, pode confiar nos gomos que eles vão quebrar certinho.

Para isso basta deixar à mostra somente o gomo que irá descartar e, com o estilete de costas para você, apoie em uma base rígida, segurando a ponta com os dedos para que a lâmina não pule devido ao efeito mola.

Diversos modelos e marcas de estiletes também possuem um acessório para quebrar a lâmina na hora de descartar estiletes. A mesma tampa onde você abre para trocar de lâmina geralmente tem um corte para encaixar no gomo que se quer descartar e forçar sua quebra.

Esse acessório varia tanto quanto os modelos de estiletes disponíveis no mercado, procure na sua ferramenta para ver se existe esse encaixe.

Separe um recipiente para descartar estiletes

Pode ser qualquer um mesmo: caixa de papelão não muito grande, garrafas PET, latas de bombons, caixa de leite longa vida… Enfim, utilize um recipiente que possa ser descartado juntamente com as lâminas.

Quando juntar o suficiente, leve essa embalagem fechada à um posto de reciclagem. Aqui na nossa cidade tem uma cooperativa de reciclagem que passa semanalmente nas casas recolhendo todo tipo de material reciclável. Uma vez embalado e identificado, o seu descarte está seguro!

Outra opção, se morar próximo a um hospital ou posto de saúde, é perguntar na secretaria ou direção sobre entregar esse material para o descarte hospitalar. Quem lida com agulhas, bisturis e outros objetos cortantes sabe o destino correto desse material.

Ferros-velhos também são uma ótima saída. Porém, seria interessante juntar uma quantidade maior para entregar tudo de uma vez só. Quem sabe dá pra comprar uma paçoca com as moedas que você vai receber em troca?

E já que estamos falando sobre descarte de estiletes e manutenção de ferramentas, aproveite para ler também nosso post sobre Limpeza de Ferramentas!

É isso aí pessoal. Gostaram da dica? Tem alguma sugestão que complemente? Basta comentar aí embaixo como você faz para descartar estiletes e enriquecer ainda mais esse texto.

 

Compartilhe.

Sobre o autor

6 Comentários

  1. Legal a dica, gostei muito da página de vcs, uma coisa que sempre faço com minhas lâminas quebradas ou velhas é retirar um pouquinho o corte e arredondar as pontas com uma lixa 320 e usalas como uma pequenina plaina, é muito útil as vezes para pequenos trabalhos na madeira ou no retoque de pintura automotiva para retirar pequenos escorridos ou alguma sugeirinha, daí quando jogo no lixo já nao tem perigo nenhum porque já estam bem gastas.

    • Fala Goya! Legal! Bom que está gostando, obrigado pela mensagem. Bacana sua ideia hein? Não tinha pensado nisso. Posso te pedir um favor? Consegue fazer alguma foto e me enviar? Se permitir, posto no Facebook essa sua ideia, que com certeza poucos fazem e sabem! Veja aí, se der claro, senão me dá uma ideia que faço as fotos por aqui. Manda no e-mail: contato@empoeirados.com.br…. Valeu!!!

Deixe um comentário